24 de nov de 2007

Rio de Janeiro: Interior

Nova Friburgo

Semana da Consciência Negra termina nesta terça-feira com atividades na Praça das Colônias











O feriadão não foi só de descanso e passeios. Foi também de comemoração por parte do Centro Cultural Afro-Brasileiro Ysun Okê, a colônia pan-africana. As atividades foram realizadas na Praça das Colônias, no Suspiro, onde também serão encerradas nesta terça, 20, dia que lembra a morte de Zumbi dos Palmares. O início será às 9h, com a tradicional solenidade de hasteamento de bandeiras.
A presidente Ilma Santos ressalta que o trabalho do Ysun Okê não se limita à Semana da Consciência Negra. No dia 20 de setembro o centro cultural completou 20 anos e desde então é desenvolvido um trabalho nas escolas abordando as questões da raça e etnia. Teve início pelo Ciep Brizolão Mozar Cunha Guimarães, em Bom Jardim, e seguiu pelo Colégio Estadual Canadá, em Olaria; Escola Municipal Patrícia Jonas Santana, no Bela Vista; colégios estaduais João Bazet, no Bairro Ypu; Júlio Salusse, na Chácara do Paraíso; e Constantino Ferreira, que funciona anexo ao Ciep Brizolão Licínio Teixeira, em Olaria. No próximo dia 27 será visitada a Escola Estadual Marcílio Dias, no Paissandu.
Ilma frisou, no entanto, que a sede do Ysun Okê, na Praça das Colônias, é o ponto de encontro, onde os integrantes da colônia pan-africana se reúnem, principalmente nos fins de semana, para manter contato. Ali existe um enorme acervo sobre a cultura afro-brasileira, aberto a toda a comunidade, para simples leitura ou trabalhos escolares.
As atividades comemorativas da Semana da Consciência Negra se concentraram no sábado, 17, com capoeira do grupo Berimbau de Ouro – inclusive com a participação de alunos da Apae – e dança do grupo Swing & Raça. Nesta terça, a partir das 9h, além da solenidade oficial de hasteamento de bandeiras, estarão se apresentando a banda de tambores do Colégio Municipal Odette Penna Muniz e logo em seguida será realizado um sarau poético diversificado, com grupos de teatro e poesia, inclusive com a participação dos alunos das escolas visitadas.
Os contatos com a colônia pan-africana podem ser feitos pelos telefones 2521-5760 (Ilma), 9942-6073 (Eliane) e 2323-4070 e 9961-9519 (José Tadeu); ou pelo e-mail ysun-oke@bol.com.br.

Fonte: http://www.avozdaserra.com.br/materias/materias.php?tag=1#mat5


Volta Redonda e Pinheiral


PINHEIRAL - O Dia da Consciência Negra, celebrado no último dia 20, será comemorado amanhã, no município. As atividades programadas para acontecer na Praça Teixeira Campos, no Centro, a partir das 14 horas, fazem parte do Projeto Viva Zumbi. O programa é desenvolvido pelo governo municipal por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer.

De acordo com a chefe do Departamento de Cultura, Maria Augusta Santana, o evento contará com atividades diversificadas e toda a população poderá assistir apresentações de capoeira, jongo, dança dos orixás, e ainda apresentação especial da Escola Cantinho Feliz, da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), além de aula de ciranda gratuita.

Em Volta Redonda, as atividades para lembrar o Dia da Consciência Negra seguem até amanhã. Uma das principais atrações é a exposição do pesquisador Pedro Antônio Francisco, no Memorial Zumbi, que conta a história do negro e sua origem. De acordo com o pesquisador, a obra visa resgatar a verdadeira participação do homem negro na história e a busca de conhecimento sobre o tema. Ele explicou que conhecendo a sua verdadeira história, os negros aprenderão a se fazer respeitar e se orgulhar da sua origem.

A mostra dos trabalhos é da artista plástica Eunice Nazário, que retrata o negro em suas esculturas, produzidas a partir de terra cota e sua raiz. Toda a mostra é revelada nos artigos africanos doados para a exposição. Eunice é viúva do idealizador da luta pelas questões do afro-descendente na região, Nazário Ernesto Santos Dias, que foi o primeiro engenheiro negro da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).
Fonte: A Voz da Cidade


Feira Rural de Santa Isabel do Rio Preto e I Seminário “Raízes da África no Brasil"


08/11/2007
PERÍODO:

15 a 18 de novembro






Acontecerá no distrito de Santa Isabel do Rio Preto a Festa Rural do distrito e o I Seminário “Raízes da África no Brasil”, no período de 15 a 18 de novembro, na praça da Matriz. Além da Festa com exposição para venda de artesanato e de produtos rurais, consta na interessante programação, apresentações musicais variadas como sarau, música regional, bandas, coral, teatro, apresentação de jongo, missa e Work Shop “Raízes da África no Brasil”. O evento que tem como objetivos conscientizar sobre a importância da cultura negra na formação do Brasil e incentivar o Turismo local é uma promoção da Associação Comercial Agro Pastoril e de Turismo de Santa Isabel do Rio Preto (ACATUR) e do Colégio Estadual Guilherme Milward, com apoio do Governo do Estado, da Alerj (Comissão de Agricultura, Pecuária e Políticas Rural, Agrária e Pesqueira) e da Prefeitura Municipal de Valença.

A abertura da Festa será no dia 15, quinta-feira, às 15:00 horas, com apresentação da Banda Sociedade Musical Isabelense seguida da abertura do seminário “Raízes da África no Brasil”, com culto ecumênico “Um Clamor pela Pátria” e do show musical com o conjunto Artesãos do Forró, previsto para às 20:00 horas.

Na sexta-feira, 16, a Festa Rural de artesanato, produtos rurais variados, praça de alimentação típica e música regional poderá ser visitada a partir das 9:00 horas. O conjunto Artesãos do Forró se apresentará neste dia às 15:00 horas e, às 20:00 horas, haverá apresentação de Sarau - Orquestra de Violões e Flauta e do Coral dos alunos do referido Colégio, da Banda Alta Voltagem, apresentação do Jongo do Quilombo São José da Serra e outras atrações.

No sábado, 17, prosseguem as atividades, com a Festa Rural, a partir das 9:00 horas, exposição de carros antigos do Clube de Antiguidades Automotivas de Volta Redonda, às 10:00 horas. Já às 15:00 horas, consta na programação, show musical com o conjunto Artesãos do Forró. Haverá ainda, missa na Igreja Matriz de Santa Isabel, às 18:00 horas, com apresentação do Grupo de Teatro Vicariato Jacarepaguá da Arquidiocese do Rio de Janeiro e às 20:00 horas, apresentação do Coral Africano “Amor do Senhor” (República de Angola e República Democrática do Congo) de várias denominações religiosas: Batista, Metodista, Congregacionais, Assembléia de Deus e Católica.

No domingo, 18, último dia do evento, acontecerá o Work Shop “Raízes da África no Brasil”, com credenciamento das 8:00 às 8:30 horas, seguida de palestra proferida por Carlos Nobre, jornalista, pesquisador e professor de jornalismo da PUC-RJ, e debate. O palestrante é participante de seminários, cursos e debates sobre a questão racial no Rio de Janeiro, com atuação no Grupo Africano. Também neste dia, a Festa Rural terá início às 9:00 horas. O encerramento do Seminário está previsto para às 12:30 horas e da Feira da Roça de Santa Isabel, às 15:00 horas, quando haverá apresentação da Corporação Musical Sandra Serpa de Azevedo - COMUSSA, do distrito, que foi consagrada Campeã Estadual de Bandas Marciais do Estado do Rio de Janeiro.
Fonte: Prefeitura de Valença

Nenhum comentário: