5 de set de 2012

O negro na Independência do Brasil


Que motivos teria o negro brasileiro para comemorar o 7 de Setembro, Dia da Independência do Brasil, diante do intenso e violento processo de apagamento da sua memória através da negação de sua identidade e da sua invisibilidade social? Situação que se impõe a uma maioria obediente aos ditames da segregação e do racismo herdados desde o colonialismo e que permanecem presentes na sua memória e ao mesmo tempo é ocultada da memória nacional?

A participação do negro brasileiro nas lutas pela Independência do Brasil ocorreram destacadamente na Bahia diante da resistência das tropas coloniais sediadas na província baiana contrárias a libertação da colonia de Portugal. Isto levou o Imperador D. Pedro I a enviar o General francês Pierre Labatut a seu serviço para a Bahia a fim de vencer a resistência à emancipação na província.

Para compor suas tropas diante da negativa dos Senhores de Engenho em ceder "homens em armas" ainda que apoiadores da causa independentista o General Labatut teve que se valer do recrutamento forçado de ex-escravos e escravos. O que gerou uma crise de duplo sentido: por lado vencer a resistência dos donos de escravos, por outro, conter a demanda de libertos e escravos em aderir às tropas na promessa de sua libertação.

Contudo, vencida a batalha sobre as tropas portuguesas os escravos e ex-escravos que aderiram à convocação viram frustradas suas expectativas. No período de lutas a maioria desses escravos e ex-escravos foram agrupados no  Regimento dos Periquitos que desempenhou um papel crucial na Guerra da Independência na Bahia comemorada em 2 de Julho (1823) data da última batalha. Após a luta diante da indecisão quanto à sua libertação e para conter suas demandas foram dispersados enviados para outros estados e os mais "perigosos" enviados para a Marinha. Onde certamente com o recuso da chibata e em alto mar seriam mais facilmente controlados ou virariam comida de peixe.

Diante de tais fatos omitidos das lutas travadas pelos negros numa ativa participação na luta pela Independência quais seriam os motivos que teria hoje baseados na história para festejar e participar das comemorações?

Diante disso, temos como resultado entre outros motivos uma fraca cidadania onde o povo negro se sente nessas comemorações como um mero espectador que oferece seus filhos para o sacrifício da pátria que lhe nega o respeito e o reconhecimento histórico.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Independ%C3%AAncia_da_Bahia
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882002000100007
http://www.plenarinho.gov.br/noticias/reportagem-especial/dragoes-e-periquitos

22 de mai de 2011

O Negro na Telenovela Brasileira

A Negação do Brasil - O Negro na telenovela brasileira documentário de Joel Zito autor do livro de mesmo nome.